Assine pelo Desmatamento Zero

terça-feira, maio 22, 2012

Place"'E - Máquinas de Guerra:Trabuco

Máquinas de guerra:


 Trabuco:

O trabuco foi uma arma poderosa usada na Idade Média, de grande alcance e com capacidade para deitar abaixo muros ou para lançar projécteis sobre eles. Neste artigo vamos dar a conhecer mais características desta potente arma medieval.

A origem do trabuco Trabuco:

Acredita-se que os primeiros trabucos foram usados na China, por volta do ano 400 a.C. e só chegaram à Europa sensivelmente em 600 d.C. O trabuco ou trabuco de contrapeso começou a ser menos utilizado com o aparecimento da pólvora, mas apenas cai em desuso nos finais do século XVII.

Principais características do Trabuco:

Esta arma de guerra foi construída com o principal objectivo de bombardear fortificações dos exércitos inimigos ou para lançar projécteis por cima destas, tudo isto graças às grandes parábolas que o projéctil conseguia alcançar. A potência do também chamado trabuco de contrapeso equivale aos actuais canhões de longo alcance. Esta incrível máquina de guerra conseguia atirar vários tipos de objectos e a mais de 800 metros de distância!
trabuco - arma de guerra
Apesar do seu aspecto aparentemente arcaico, a sua precisão era bastante notável. Desde que esta não fosse retirada do lugar onde estava, acertava sempre no mesmo alvo nos disparos seguintes, permitindo atingir fortificações e o interior de muralhas e castelos.
No trabuco podiam ser lançados quase todo o tipo de arremessos: desde pedras, animais em chamas ou até cadáveres infectados, que serviam como armas biológicas, com a finalidade de infectar o povo inimigo.
Esta máquina de aparência simples usa algumas leis da física, como a gravidade, a diferença de potencial e a energia cinética. Por tudo isto, é muito usada nos dias de hoje, como objecto de estudo nas aulas de Física.

Funcionamento do Trabuco:

O funcionamento do trabuco assemelha-se a uma alavanca, onde um braço é levantado até à vertical, lançando objectos a uma velocidade, potência e distâncias bastante surpreendentes. O contrapeso faz com que seja lançada um braço, que não é mais que uma alavanca, onde no seu extremo tem acoplada uma funda, com o projéctil no seu interior. Quanto maior e mais pesado for o contrapeso, maior será a distância e potência alcançada pelo objecto.
Aspecto e funcionamento do trabuco


São cinco as partes principais do trabuco de contrapeso: o contrapeso, a funda, o braço, a guia e a armação. O contrapeso, colocado numa espécie de caixa – suportada por um eixo – faz impulsionar a haste e esta faz disparar o projéctil – colocado no interior da funda – a grande velocidade e potência. Quando o contrapeso cai a haste gira rapidamente, impulsionando a funda ao longo de uma guia. Quando o braço está praticamente a 90 graus do chão, a funda fica na sua extensão máxima, altura em que o projéctil é atirado para a frente.
Esta era sem dúvida uma incrível máquina de guerra, usada durante muitos e muitos anos e que fez com certeza muitos estragos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário