Assine pelo Desmatamento Zero

quarta-feira, setembro 14, 2011

Place"'E - Catanduva

Catanduva:

 História e Fundação

Inicialmente Catanduva foi conhecida por Cerradinho, nome dado devido à localização do vilarejo, que se iniciou numa área de cerrado ralo. Depois, o arraial de Cerradinho foi elevado a Distrito de Paz, com o nome de Vila Adolpho, pela lei nº 1.188 de 16/12/1909, numa homenagem ao Coronel Adolfo, influente político da cidade de São José do Rio Preto, município ao qual a vila pertencia. Com a chegada da Estrada de Ferro em 1910 e o progresso da vila, foi criado o Município de Catanduva, pela lei nº 1564 de 14/11/1917, sendo que a instalação do mesmo ocorreu em 14 de abril de 1918, em solenidade realizada no Clube 7 de Setembro. Em 9 de dezembro de 1919, pela lei nº 1675-E, criava-se a Comarca de Catanduva, que seria instalada em 07/02/1920. O conhecido título "Cidade Feitiço" é relacionado à hospitalidade dos moradores que recebem com muito carinho e atenção todos os visitantes e foi citado pela primeira vez em um jornal da cidade.

Entre as diversas versões sobre a fundação de Catanduva, os historiadores destacam duas. Uma delas afirma que o povoado teria se iniciado quando uma família mineira chamada Figueiredo chegou ao local no final do século XIX, em torno de 1890, onde deu início à primeira lavoura e construiu a primeira casa de telhas no bairro São Francisco. Os Figueiredo teriam recebido as terras como herança da família Moreira, de nacionalidade portuguesa. O bairro São Francisco, por sua vez, é apontado como o primeiro bairro catanduvense, devido a sua proximidade com o Córrego Minguta. Outra versão diz que a cidade teria sido fundada por Antônio Maximiano Rodrigues, mineiro de Conceição do Rio Verde, que teria adquirido terras da região por volta de 1890, fazendo, posteriormente, a doação de alqueires de sua propriedade para a paróquia de São Domingos. Existe ainda uma terceira versão, mais descartada pelos historiadores, que aponta Domingo Borges da Costa, conhecido como Minguta, como fundador.

Pelas datas e nomes nada se resolve. Se de fato Figueiredo herdou essas terras de seus antepassados, não existem documentos que provem isso. Por outro lado, os únicos documentos existentes e conhecidos apontam Maximiano como o verdadeiro possuidor e fundador dessas terras, o que se confirma na transcrição feita em 18 de setembro de 1890 no Cartório de Registro de Imóveis e Anexos da Comarca de Jaboticabal, na qual Maximiano adquiriu, por escritura pública lavrada, 100 alqueires de terra na Fazenda Barra Grande, no termo daquela Comarca e onde hoje se situa Catanduva. Historicamente, sabe-se que Catanduva surgiu em meados dos anos 1850, em terras que pertenciam ao município de Araraquara e que, posteriormente, originaram as cidades de Jaboticabal, Monte Alto e São José do Rio Preto, de onde viria a se desmembrar o município de Catanduva.

(texto revisado pelo historiador prof. Sérgio Bolinelli) 


Caracteristicas Geograficas:

Área                                                     292,240 km²

População                                           112 843 hab. (SP: 60º) –  Censo

IBGE/2010[4]
Densidade                                            386,13 hab./km²
Altitude                                                503 m
Clima                                                   Tropical semi-úmido Aw
Fuso horário                                         UTC−3
 

Indicadores:
IDH                                                     0,833 (SP: 29°) – elevado PNUD/2000

PIB                                                      R$ 1 887 275,506 mil IBGE/2008

PIB per capita                                      R$ 16 545,03 IBGE/2008[6]

Informaçoes:
Unidade federativa                                  São Paulo

Mesorregião                                           São José do Rio Preto IBGE/2008

Microrregião                                          Catanduva IBGE/2008

Municípios limítrofes                               Pindorama, Palmares Paulista, Ariranha, Novais, Itajobi, Elisiário, Catiguá

Distância até a capital                               396 km

Origem do nome

Catanduva (caatanduva) é palavra de origem indígena que significa "mata doida" ou "mata doente"; é uma referência a vegetação com árvores de troncos e galhos retorcidos recobertos por casca grossa e resistente ao fogo. Este nome designava a fisionomia mais característica do cerrado brasileiro.

Hidrografias:

* Rio São Domingos
  
* Ribeirão Minguta
  
* Córrego Barro Preto
 
* Córrego Fundo
  
* Córrego dos Coqueiros
  
* Córrego do Retirinho
 
* Córrego do Jacu
 
* Córrego do Cortume

 * Córrego Boa Vista

Economia:

Refrigerantes Devito

Fundada por Pedro De Vitto, em 1927, a empresa é uma das mais tradicionais da cidade e da região, dotada de equipamentos de última geração mantendo-se a mesma dedicação e qualidade, que acabaram por se consolidar como características marcantes da empresa, desde 1927, e sendo até hoje controlada pela tradicional família da cidade.

Ventilador de teto com lampada integrado:

Grande destaque da indústria catanduvense é a produção e o comercio de ventiladores, o que tornou Catanduva conhecida como a "capital nacional dos ventiladores". As fábricas da cidade são responsáveis por cerca de 90% da produção nacional de ventiladores e empregam 60% da mão-de-obra ocupada da indústria no município. Em quatro grandes indústrias - Loren Sid, ARGE, Venti Delta e Ventiladores Tron -, trabalham mais de 2,8 mil metalúrgicos. Em 2006, a cidade colocou no mercado 2,5 milhões de ventiladores de parede e de teto.Nessa área, Catanduva é a maior exportadora dessa parte do Estado. Exporta mais que São José do Rio Preto, Bauru, Ribeirão Preto, São Carlos, Barretos e Sertãozinho.Catanduva apresenta características de polo microrregional, com comércio, setor de serviços e indústria, que tentam responder às demandas de consumo da região. A malha urbana apresenta uma concentração de habitações verticalizadas na área central e uma distribuição predominante de habitações horizontais em toda a cidade.

A cidade conta com três hospitais:

                                                  Hospital Padre Albino

                                              Hospital São Domingos 



                                               Hospital Emílio Carlos

 

_________________________________________________________________

                                                 Brasão da Cidade

 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário